O pequeno livro da noiva subversiva - Aceita os termos e deseja continuar?

Antes de abordar o tópico vestuário, gostaria de sugerir humildemente algumas reflexões:

Você acredita estar preparada para investir emocionalmente na celebração dessa união?

Está disposta a despender tempo e dedicação na construção de uma família de duas ou mais pessoas e no rito que simboliza essa intenção?

Admira os valores dessa pessoa? Consegue ficar confortável em silêncio, fazendo nada ao lado dela?

Está celebrando esse momento porque quer ou por que os outros querem/fazem/pressionam você?

Se você não pudesse compartilhar absolutamente nada em relação ao seu casamento nas redes sociais, você faria exatamente as mesmas escolhas?

Se é de sua livre e espontânea vontade embarcar nessa grande aventura (sim - o casamento - da celebração ao dia a dia é uma grande e deliciosa aventura) vamos começar pelo começo: o motivo pelo qual estamos aqui.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O pequeno livro da noiva subversiva - A noiva subversiva.

Nada é mais subversivo, libertador e surpreendente do que uma noiva vestida de si mesma. Os convidados não estão preparados para isso. Todos esperam a fantasia, o vestido igual ao da fulana atriz/mode

O pequeno livro da noiva subversiva - Introdução

A primeira vez em que me encontrei diante de um vestido de noiva de maneira profissional, foi em 2014. Mais de 200 casamentos depois, alguns anos alugando vestidos de noiva padronizados de diversas ma